AS TESTAGEM DOS PACIENTES DURANTE A PENDEMIA

Ter um limiar baixo para testar pacientes com sintomas leves até potencialmente
atribuíveis a uma infecção respiratória viral (isso inclui pacientes com pneumonia, uma
vez que um terço ou mais das pneumonias são causadas por vírus e não por
bactérias); exigir que os funcionários atestem que não apresentam sintomas antes de
iniciar o trabalho todos os dias; estar atento ao distanciamento físico entre os
funcionários em todas as situações (incluindo situações potencialmente negligenciadas,
como elevadores, ônibus de transporte hospitalar, rondas clínicas e salas de
trabalho); restringir e rastrear visitantes; e aumentando a frequência e a confiabilidade
da higiene das mãos.
A extensão do benefício marginal do mascaramento universal além dessas medidas
fundamentais é discutível. Depende da prevalência de profissionais de saúde com
infecções assintomáticas e minimamente sintomáticas, bem como da contribuição
relativa dessa população para a disseminação da infecção. É informativo, a esse
respeito, que a prevalência de Covid-19 entre os evacuados assintomáticos de Wuhan
durante o auge da epidemia foi de apenas 1 a 3%. 4,5 Os modeladores que avaliaram a
disseminação da infecção em Wuhan observaram a importância de infecções não
diagnosticadas para alimentar a disseminação do Covid-19.

Allcross plantão de vendas plano saude sim brasilia